O curso uniforme da natureza como axioma geral da indução em John Stuart Mill

Desde o princípio de sua existência consciente o homem tentou entender o universo. A inteligência humana faz com que esse ser consiga perceber e compreender as regularidades da natureza e agir de acordo com essa bagagem teórica que permite que o mesmo possa estar preparado para interagir de forma mais coerente com os fenômenos que o cercam.

AddThis Social Bookmark Button
Leia mais...

A alegoria e o neoplatonismo

Julio Cesar Moreira

Mestrando em Filosofia pela PUC-SP

 

Este artigo é a segunda parte de um estudo e tem por objetivo realizar um levantamento no estudo do tema da interpretação alegórica nas doutrinas da escola Neoplatônica[1]. Ao estudarmos o Neoplatonismo é claramente apreensível o quão fundamental e intrínseco ao pensamento Neoplatônico é o componente da exegese alegórica, porém este tema não tem a devida atenção no meio acadêmico.

AddThis Social Bookmark Button
Leia mais...

Entrevista

Márcia Heloísa

Educadora e Filósofa

 

Tema: Filosofia com Crianças!

 1. Márcia, como nasceu esta experiência?

A filosofia com crianças nasce de estudos filosóficos e experiências educativas empreendidos pelo filósofo e educador norte-americano Matthew Lipman.

AddThis Social Bookmark Button
Leia mais...

Espaço-Poesia

Será preciso?

AddThis Social Bookmark Button
Leia mais...

Kant: possibilidades e limites da ciência

O porquê de a crítica da razão pura conduzir, necessariamente, à ciência, com base nas Seções de IV a VI da Introdução da Crítica da Razão Pura de Kant.

José Antonio Zago
Mestre em Filosofia da Educação UNIMEP

O objetivo deste trabalho é apresentar uma dissertação com base na leitura das Seções de IV a VI da Introdução da obra Crítica da Razão Pura, demonstrando o porquê, para Kant, de a crítica da razão pura conduzir, necessariamente, à ciência.

AddThis Social Bookmark Button
Leia mais...

AddThis Social Bookmark Button
  • leiamais